Missão:

A nossa missão tem como objectivo a protecção de animais abandonados, acolhendo-os com carinho e proporcionando-lhes cuidados veterinários que a sua situação de saúde exija (mas nos quais se incluem, pelo menos, desparasitação, vacinação e esterilização). Paralelamente, divulgamos esses animais para que encontrem famílias que os respeitem e os adoptem com responsabilidade.

 

Como Ajudar:

A ajuda de todos é preciosa! Pode ajudar os nossos animais através de donativos diversos, que promovam os seu bem-estar, donativos monetários para ajuda nas despesas de veterinário, ou simplesmente fazer a divulgação dos nossos animais, contribuindo assim, para uma responsável adopção.

 

Donativos Monetários:

Para o envio de donativos monetários, agradecemos que o façam para o NIB 0079 0000 4682 5711 10193

.pesquisar

 

.posts recentes

. As Miúdas Giras da MPF :-...

. Os Rapazes Giraços da MPF...

. Newsletter Março 2012

. PALOMA , o Esqueleto - Ac...

. SOS..Torres - Actualizaçã...

. Ida à praia!!

. Até um dia ....Patanisca!

. SOS..Torres

. C.C.COLOMBO - Campanha de...

. Twix - Satisfaz 2 vezes (...

. TRIXIE - Mãe abandonada (...

. PALOMA - O Esqueleto (Apa...

. VITÓRIA - A Velhota Espev...

. Newsletter Fevereiro 2012

. Leãozinho - À espera de a...

. STELLA - Mãe Abandonada (...

. SORAYA - Peace and Love (...

. LAIKA (Adopção/Apadrinham...

. MATIAS - O Meiguinho (Ado...

. NANCY - A Baixote (Adopçã...

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

.tags

. adopcao(75)

. adopçao(39)

. adopção(8)

. adopcoes(36)

. adoptados(149)

. adulta(7)

. adulto(5)

. afonsinho(4)

. alvim(2)

. amélia(2)

. apadrinhamento(29)

. becky(3)

. benji(2)

. benny(5)

. bernardo(3)

. bia(3)

. bianca(3)

. blueeyes(2)

. bruna e maria(2)

. cacau(2)

. cachorra(13)

. cachorro(14)

. cachorros(2)

. cadela(53)

. campanhas(13)

. cao(40)

. cão(7)

. carlitos(3)

. carocha(4)

. chico(2)

. chocapic(3)

. cronica(5)

. cuca(3)

. daisy(2)

. fafá(2)

. femea(10)

. fifi(2)

. flor(2)

. fred(5)

. galucho(4)

. gastão(3)

. gata(10)

. gatinha(2)

. gatinhos(4)

. goncalinho(6)

. gui(3)

. happy(3)

. hope(4)

. jessie(2)

. joaninha(5)

. kali(2)

. kao(3)

. kelly(3)

. kiki(4)

. kiko(2)

. kima(3)

. léon(2)

. lucy(2)

. luna(3)

. macho(5)

. mara(3)

. maria(3)

. maria do mar(4)

. maria do monte(3)

. maria papoila(3)

. mariana(3)

. marie(3)

. marilyn(4)

. martim(3)

. matilde(11)

. memorial(3)

. mimosa(15)

. novelo(3)

. oddie(13)

. patanisca(3)

. pikachu(3)

. pintas(5)

. pipoca(3)

. pirucas(4)

. porte grande(14)

. porte medio(33)

. porte médio(6)

. porte pequeno(47)

. pretty(3)

. rafa(4)

. recuperacoes(27)

. recuperações(11)

. recuperaçoes(3)

. ricky(3)

. sandy(4)

. sasha(3)

. scott(6)

. simao(3)

. tazo(3)

. tommy(4)

. urgente(5)

. urgentes(7)

. willy(3)

. yuri(6)

. zémaria(3)

. todas as tags

.subscrever feeds

Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

Crónicas da Manelita

AJUDA-ME A VIRAR A MARGARIDA!


Sábado. Na tarde mormacenta, sem vento, cães e gatos, estiraçados no pátio, dormem.

 

“Vamos lá escovar a malta”, pensei, E se bem pensei, melhor o fiz.

 

Estico um lençol sobre a mesa de “toilletage”, disponho escovas, pentes vários, soro fisiológico, toalhetes húmidos, algodão, cotonettes, bétadine, pomadas e pingos, porque isto de escovar cabeludos, cá  comigo é tarefa para três horas e com todos os éfes e érres.

 

Pressagiando momentos prazerosos, antecipando delícias de dorsos coçados, os que gostam de ser escovados aproximam-se e fazem bicha ao pé da mesa. Bicha mesmo, não fila, que isso é termo brasileiro, significa coisa arrumadinha, disciplinada. Esta, é uma bicha, à portuguesa, cada um para o seu lado, e cada qual a querer passar à frente do parceiro.

 

Digo-lhes: tirem senhas, pás!

 

E o escovanço começou. Veio um, depois outro,  outra a seguir e por aí fora. Foi preciso caçar algumas, escondidas,  e perseguir outras que fugiam para debaixo das camas.  Gatos, uns vá lá, vá lá, outros assim-assim, de unhas em riste;  o Mauzão,  nem pensar. Fica lá com essas rastas, há-de me ralar muito, parvalhão! E, como sempre me acontece quando me dedico a qualquer actividade fisica, mas que me deixa livre o pensamento, a minha mente vagueia, devaneia, matuto nisto e naquilo, no que ouvi e no que vi, no que gostaria de não ter visto nem ouvido, no que seria bom fazer. E enquanto passo pêlos sobre pêlos, desembaraço nós, e corro a furminator, o pente duplo, o cardador sobre mantos cerdosos, lisos, encaracolados, curtos, longos e intermédios, escarafuncho ouvidos que parecem ecopontos, tanto é o esterco acumulado, limpo remelas e espreito bocas, cujo bafo ressuscitaria defuntos milenários, ensimesmada, vou meditando. Vem-me à memória uma notícia que tinha visto ou “ouvisto” sobre a falência do tal banqueiro americano, que endrominou meio mundo, e de como alguns bancos portugueses foram afectados por este acontecimento. O Banco A foi lesado em  100 milhões de euros, o Banco B em 200 milhões, o C em  150, enfim, um ror de milhões pr’ó maneta.

 

Xiii!! O que se poderia fazer com todos aqueles milhões perdidos! Quantas vidas poupadas quantos estômagos saciados, quantas misérias invertidas! Quantas florestas, quantos ecossistemas salvos! E o que eu faria com todo esses milhões – as coisas do costume, claro: transformar os filhos e o neto em nababos, de forma equitativa, tirar amigos e até alguns inimigos, de dificuldades, tornar feliz a Missão Patas Felizes, oferecendo-lhe o Hotel de 7*/Canil pr’a Desvalidos, todo já prontinho, cheio de luxos asiáticos, para o bem-estar dos patudos, sem distinção de classes, como se tivesse saído da Lâmpada de Aladino… ai, de mim,   eu nem sei, eu nem sei, tanta coisa, tanta coisa…

 

E perdida em sonhos irrealizáveis e extasiada pela posse utópica dos milhões transviados, eis que chega a vez de a velha, cardíaca e luxuriante Margarida-Lassie, a Rough Collie, ser escovada; a Margarida, cuja posição preferida é a horizontal, que só se mexe para o estritamente indispensável: dirigir-se ao prato da comida e ao pátio, ou para apanhar sol, ou para aquilo que ninguém pode fazer por ela. Também gosta, ao mais puro estilo reptilário, e tirando partido da longa cabeça, mas sempre deitada, de lançar o bote sobre os companheiros que lhe passam ao alcance, mordendo-os. Impossível, mesmo, é manter a Margarida de pé por mais de 3 minutos.

 

- Ajuda-me a levar a Margarida.

 

E lá vamos, o meu marido e eu, marrequinhos e de língua de fora, devido ao esforço, com a Margarida ao colo, pegando-lhe, um pela posta da frente, o outro pela posta de trás, que a Margarida pesa quase 40 Kgs. Pomos a Margarida em cima da mesa. A Margarida ali fica, espapaçada, de lado. Passo escovas e pentes, durante meia hora, sobre o lado direito da Margarida. Extraio pêlo suficiente para encher uma almofada. É preciso virar a Margarida para escovar o lado esquerdo.

 

- Ajuda-me a virar a Margarida.

 

A primeira coisa que vou comprar quando os milhões escafedidos me vierem parar às mãos é uma roldana. Para levantar e virar a Margarida.

 

Ah, e um daqueles aparelhómetros, como os da loja do cidadão, que regurgitam senhas. Que digam: pêlos cerdosos – guichet  1,  compridos – balcão 2, e nem uma coisa nem outra – mesa 3.

 

8 de Outubro de 2009

 

tags:
publicado por Missão Patas Felizes às 00:01

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De zuína a 9 de Outubro de 2009 às 01:57
:D

Comentar post


 

Ajude-nos

Auxilie a nossa Missão de recolha/tratamento/adopção de animais abandonados. Obrigado pelo Seu donativo.

- - - - - - - - - -

Help Us

Help us in our mission of collecting / treatment / adoption of abandoned animals. Thank you for your donation.